Principal    Nossa Senhora Desatadora dos Nós    Fale Conosco

 

Versão 1.0

Liturgia Diária    Aniversariantes    Igrejas    Santo do Dia    Orações    Doações    Ação Social
         
Festividades    Cores na Liturgia    Vela Virtual
         

:: Brasil Católico - Nossa Senhora Desatadora dos Nós - História ::

Resumo da História do Quadro de Nossa Senhora Desatadora dos Nós

A pintura (quadro) de Nossa Senhora Desatadora dos Nós, foi doada por Hieronymus Ambrosius Langenmantel, sacerdote e pároco (1666-1709) de St. Peter am Perlach. Esta pintura havia sido encomendado para um altar familiar por motivos "muito particulares" relacionados com sua família.

Wolfgang Langenmantel, esposo de Sophie Imhoff (1612), estando a ponto de desfazer-se o casamento, visitou o sacerdote Jakob Rem, SJ, no mosteiro e universidade de Ingolstadt, que se encontra a uns setenta quilômetros ao norte de Augsburgo.

Após visitar o mosteiro em quatro ocasiões, num período de 28 dias, em que se aconselhou com este venerável sacerdote Jesuíta, honrado por sua experiência, piedade, extraordinária inteligência, e por uma inspiração mariana, o sacerdote invocou a Virgem Maria com o título de "Três Vezes Admirável" (Mater Ter Admirabilis).

Wolfgang foi conseguindo alterações benéficas na sua situação familiar como resultado das orações, venerando a Virgem Maria, na companhia do sábio sacerdote.

No último sábado, 28 de setembro de 1615, o padre Rem orou diante de uma imagem de Nossa Senhora das Neves que se encontrava na capela do mosteiro. Num solene ritual, o sacerdote elevou o "cinto matrimonial", desatando um a um todos os seus nós, deixando-o liso. O cinto branco emitiu um brilho tão intenso que o pincel de pintor algum jamais conseguiu reproduzir tal cor. Com isto o casal evitou o divórcio, e o matrimônio pode permanecer.

Em comemoração do Ano Novo de 1700, Hieronymus e seu neto, em ação de graças, decidiram doar um altar, como era costume em St. Peter am Perlach. A capela estava dedicada às "Beatas Virgens do Bom Conselho". No retábulo se retrata a história particular de sua própria família.

O pintor, Johann Melchior Georg Schmittdner, representa Nossa Senhora "Desatando os Nós do Cinto da Vida Conjugal", com o nobre Wofgang caminhando, preocupado, para o Mosteiro, e acompanhado pelo Arcanjo São Rafael.

Examinando-se a iconografia, percebe-se claramente que não existe nenhum indício de referência ao Gênesis, "o nó posto por Eva, Maria o desfez". É possível que por desconhecimento de sua verdadeira origem se tenha atribuído tal sentido a esta obra.

O certo é que nela considera-se Nossa Senhora ajudando e aconselhando as famílias. Enquanto Advogada, Auxiliadora e Mediadora perante Nosso Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus. Se a Santíssima Virgem, aquela que Desata os Nós, nos proporciona, com seu auxílio, a solução das intrincadas complicações do matrimônio, quem melhor do que Ela para desatar todos os nós de nossa vida?

Em atenção aos devotos desta invocação damos os dados reais para que, conhecendo-os, não se lhe atribua "origens misteriosas", às quais poderiam dar lugar a falsas interpretações e a práticas mágicas ou esotéricas.

A informação está à disposição dos Pastores de nossa Igreja, para investigações ou para uma sadia catequese.

A descrição, o nome do doador, de seu descendente e até o retábulo desapareceram da Igreja de St. Peter am Perlach em Augsburgo, e ficou o quadro, entretanto, mais como uma antiguidade. Depois esteve alguns anos no Convento das Carmelitas Descalças, dessa mesma cidade.

Nunca houve nenhum culto especial nem devotos de Maria Knotenöserin (Maria Desatadora dos Nós). Ainda recentemente ele era desconhecido não só na Europa em geral, mas inclusive na própria Alemanha.

Atualmente é que ele está sendo praticado na Alemanha, em outros países da Europa e do mundo, através de uma difusão que se vem estendendo desde 1999. Até o ano de 2005, no arcebispado de Augsburgo se pensava que o quadro era de um pintor desconhecido.

Autor/Fonte: Mario H. Ibertis Rivera


Voltar

 

 

:: Brasil Católico ::

Termos Condições Uso      Política de Privacidade      Publicidade      Quem Somos

Copyright 2014-2015 Brasil Católico ® www.brasilcatolico.com - Todos os Direitos Reservados.